Blog

Confira nossas novidades

Fique por dentro
das Novidades

Veja outros Posts

Como alavancar seus projetos usando nuvens de pontos geradas por drones e softwares BIM

Como alavancar seus projetos usando nuvens de pontos geradas por drones e softwares BIM

Em uma fração do tempo necessário para realizar uma pesquisa no campo, um drone pode voar e capturar imagens de um local do projeto que pode ser processado em nuvens de pontos altamente precisas compatível com os softwares BIM.

A equipe de Pré – Construção Virtual da Brasfield & Gorrie, uma das maiores empresas de construção de capital privado dos Estados Unidos, está estabelecendo padrão para o uso do mapeamento de drones na construção. A Brasfield & Gorrie tem equipado cada um de seus escritórios regionais com os drones da série DJI Inspire e sua equipe de Pré – Construção Virtual de 24 pessoas incorporaram o mapeamento de drones em suas práticas comerciais diárias.

 

Modelos com dados  Survey-Grade produzidos em uma fração de tempo

Usando métodos tradicionais de campo, um local de mais que 60 acres poderia facilmente levar duas ou até três semanas para pesquisar. Para a equipe de Pré – Construção Virtual da Brasfield & Gorries, o mapeamento feito por drones reduz esse tempo para 4 dias ou  menos desde o início da requisição até a importação da nuvem de pontos para o software BIM. Algumas das maiores economias de tempo vêm da etapa de coleta de dados. Para a maioria dos locais de construção, leva menos de uma hora para voar e capturar imagens de mapeamento. Basta carregar as fotos do voo para a plataforma DroneDeploy baseada em nuvem e esperar que elas sejam processadas em um mapa e modelo 3D – sem sobrecarregar seus próprios servidores.

 

 

E os gerentes de projeto não precisam sacrificar a precisão. Usando os pontos de controle de solo (GCPs), os clientes do DroneDeploy podem atingir uma precisão de centímetro. Uma vez que o modelo 3D estiver completo, o DroneDeploy permite que a equipe de projetos e construção virtual exporte a nuvem de pontos para sistemas de coordenadas locais, basta digitar um código EPSG de 4 dígitos. O resultado: dados de nível de pesquisa em uma fração do tempo em comparação com os métodos tradicionais de pesquisa de solo.

 

“Vimos o que foi um processo de 2 a 3 semanas e várias dezenas de milhares de dólares se tornar um processo de 1 a 4 dias com apenas alguns milhares de dólares investidos em equipamentos e software,” disse Cole.

“Quando você está olhando para uma melhoria dramática de 75% ou mais em termos de custo e tempo, isso é realmente poderoso”.

 

Alta resolução em modelos 3D Revolucionam o trabalho dos times de Projeto e Construção Virtual

As pesquisas baseadas em drones não são apenas mais rápidas de realizar do que as pesquisas baseadas em campo, mas também fornecem dados muito mais detalhados. Uma pesquisa tradicional deve apenas render algumas centenas de pontos de resolução, enquanto as nuvens de pontos geradas por drones podem conter milhões de pontos. O resultado é um modelo 3D que está revolucionando o trabalho das equipes de Pré Construção Virtual e os gerentes de projeto e site com quem trabalham. Cole percebeu a extensão disso quando analisou um modelo 3D de um dos terrenos da Brasfield & Gorrie

Nuvem de pontos de alta resolução

 

A nuvem de pontos em 3D era tão detalhada que ele podia ver cada linha de energia no local e cada viga individual no complexo de apartamentos multifamiliares em construção. Na verdade, as nuvens de pontos que sua equipe produz são tão detalhadas que, quando ele mostrou uma, a uma colega recentemente, ela confundiu com um vídeo.

Eu disse não, não, esta é realmente uma nuvem de pontos 3D, e eu posso ter o volume de estoque de qualquer material no local, eu posso fazer algo linear mensurável – então isto é uma nuvem de pontos realmente detalhada que mostra a qualidade dos dados que você pode obter.” Hunter Cole

 

A integração da nuvem de pontos capturada por drones com BIM permite maior poder de análise

 

Uma nuvem de pontos gerada por drones é apenas o começo. O real poder vem uma vez que o modelo é integrado aos softwares BIM. A equipe Brasfield & Gorrie gera nuvem de pontos em DroneDeploy e importa os seus dados no Autodesk Revit, o onde eles se sobrepõem aos modelos de plano de campo 3D e outros dados para melhorar processos como:

  • Pesquisa de campo inicial
  •   Qualidade garantida ao comparar a atual construção frente ao que foi planejado
  •  Medição e comparação de mudanças ao longo do tempo

 

O aplicativo Autodesk com a interface do DroneDeploy  torna  fácil o envio de nuvens de pontos diretamente para a sua conta Autodesk Forge

 

Abaixo estão alguns exemplos de como a Brasfield & Gorrie utiliza dados de nuvem de pontos integrados aos softwares BIM para tomar melhores decisões.

 

Planejamento do local

Para este projeto da construção de torres, a equipe de Pré – Construção Virtual sobrepôs o desenho arquitetônico ao projeto, bem como as folgas do guindaste em uma nuvem de pontos 3D do local existente para confirmar e otimizar onde colocar os guindastes durante o processo de construção.

 

Monitoramento de Terraplanagem

 

Mapa de calor que compara a terraplenagem aos planos do local. Verde indica elevações que correspondem ao  projeto, azul indica elevações muito baixas, vermelho indica elevações muito altas

 

Durante a construção de um hospital em um terreno de 61 acres na Flórida, a equipe Brasfield & Gorrie usou uma nuvem de pontos 3D gerada por drones para ajudar um gerente do local a comparar o aterramento inicial de um subcontratante com os planos do local. Como o gerente do local estava preocupado com o fato de o subcontratado não ter retirado solo suficiente, a precisão e a pontualidade eram fundamentais.

O resultado final foi um mapa de calor mostrando o progresso do aterro do contratado externo em comparação com os planos iniciais, e o gerente do local concluiu que o subcontratado precisava retirar mais solos para alcançar as elevações corretas.

 

Verificação do Concreto e das tubulações

A equipe de Construção e Projeto Virtual pode até mesmo sobrepor modelos de projetos existentes em cima de nuvens de pontos geradas por drones, retratando as condições do local.

Neste exemplo, a Brasfield & Gorrie sobrepôs o modelo de projeto desta usina de processamento ao do modelo 3D das condições do local para verificar se as bases e os tubos de concreto tinham sido colocados no lugar certo.

 

Eu posso sobrepor uma nuvem de pontos ao  modelo 3D, alinhá-lo e ver, para um primeiro momento, o que tem sido construído X a intenção do projeto” disse Hunter Cole, coordenador da equipe de Design e Construção Virtual.

 

Onde aprender mais ?

 

Para documentação mais detalhada de suporte sobre os formatos exportados e sobre como importar dados baseados em drones  para os softwares BIM, acesse o nosso suporte.

 

 

Fonte: http://blogs.autodesk.com/mundoaec/como-alavancar-seus-projetos-usando-nuvens-de-pontos-geradas-por-drones-e-softwares-bim/#

Deixe seu Comentário

Confira nossos Treinamentos

Fique por dentro de nossos treinamentos, clique e saiba mais

Sobre a Van Marc

Saiba mais sobre a Van Marc, clique e saiba mais

Você também pode se interessar